sexta-feira, setembro 17, 2004

Bananaman



Alguém se recorda deste desenho animado que passava na RTP 2 na década de 80?
Toca a enviar mails para a sic radical para os tipos voltarem a passar um dos melhores cartoons que eu já vi.

40 comentários:

Anónimo disse...

Ooooohh...:-( Não me lembro, só o nome me parece familiar, mas nem reconheci o boneco.
Mas, já agora, também não dava para pedir para repetir o conan e os jovens heróis de shaolin?

A cunhadinha do luis da voz que diz que é irritante (já agora, NADA é mais irritante que a minha voz gravada)

Migas disse...

Sinceramente que nao me lembro de ter visto na TV porque ainda sou chavalo, mas ainda me lembro dos Monchichis e de certeza que voces tambem. Assim como o Ulisses 31!

Anónimo disse...

o bananaman era obrigatório, todos os dias às 19h na rtp2, acho que devia ter 9 ou 10 anos. é uma injustiça mt pouca gente se lembrar deste grande frustrado q era o bananaman,via as notícias na tv, levantava o braço sofá onde guardava as bananas, descascava uma para logo de seguida se transformar em superherói e salvar o mundo. mas a série não durou mt tempo e foi substituída pelo homem da carabina ou qualquer coisa do género.

luís

Del Giorgio disse...

http://www.80snostalgia.com/classictv/bananaman/
aqui podem ver 1 pouco sobre o grandioso Bananaman (também basta ir ao Google e escrever "bananaman" e aparecem umas poucas de páginas).
O q poucos parecem recordar era 1 dos rivais dele, o Appleman! Claro que tinha cabeça de maçã...

Camanho... Essa do Homem da Carabina... nunca + me iria lembrar que essa merda sequer existiu!!!

E o Pepe Legal e o Wallygator e aqueles igualmente grandiosos que dava na rtp2 da família Feijoca??? AHHHHHH!! Quem se lembra??

Anónimo disse...

eh pah banaman não me lembro...
ainda se fosse o plasticman, esse sim era o meu idolo
http://www.plasticman.ca/

vitorsilva

eduardo disse...

Tanto o Banana como o Plastic passaram na televisão na mesma altura, mas o Banana foi remetido para a RTP 2 e assim ficou mais esquecido.
já na década de 90 a 2 passou mais dois desenhos animados de culto : Duckman e O Crítico que muito me faziam rir.

Maria disse...

lindo lindo era o sport billy, é o meu herói!
e agora temos o dexter...

Anónimo disse...

o ulysses 31 era uma cena muito marada, mas a sacola do sport billy era absolutamente fantástica. quando tinha 6 ou 7 anos passava o belle e sebastião ao domingo de manhã e eu até chorava com aquelas historinhas do menino e o seu cão nos pirinéus ou qualquer coisa parecida.
tb havia o era uma vez no espaço e por essa altura eu jurava que quando tivesse 18 anos ia mudar o meu nome para pedro ... depois havia aquela onda do conan que era a loucura, como é que o mesmo gajo que fez o marco, logo a seguir faz uma coisa daquelas?
alguém ainda se lembra da candy candy ou têm vergonha?

luís

Agassi disse...

o bananaman era mto fixe, mas só qdo acompanhado do moranguito, laranjeiro e maçã...
pois... era o iogurte tutti-frutti da longa vida
=)

eduardo disse...

Se vamos entrar numa de nostálgia,então que me dizem das Misteriosas cidades do ouro, das Fábulas da floresta verde, do Bocas, dos Estrunfes, do tom Swayer, Hucleberry Finn e muitos outros.
Lembro-me da Candy Candy e de outra semelhante mas não me recordo do nome. Talvez fosse Cindy

Anónimo disse...

o maradonna no mexico 86

luís

Agassi disse...

pa mim adorei as Corridas Loucas (Wacky Races)
acho k ainda passa no cartoon network...
era excelente!!!

Del Giorgio disse...

E ninguém se lembra dos filhasdamãe dos Barbapapas!! Eu até tinha caderneta de cromos...

Anónimo disse...

e o doutor faísca? e o pequeno cid?

eu ainda tenho um LP algures por aqui com a banda sonora dessas cenas todas

e a música do areias que é um camelo com duas bossas e muito pelo, a maria armanda com o seu sapo, o topo gigio e a ana e os queijinhos frescos...

foda-se os anos 80 são mesmo a decadência

luís

Del Giorgio disse...

Foda-se digo eu que nasci 5 anos antes de entrar na decadência e mm assim, agora 20 anos depois desses tais anos 80, ainda ando na decadência...

Anónimo disse...

Os Barbapapas eram aqueles fantasmas, uns eram mais cinzento claro, outros cinzento escuro(só me lembro assim, a tv ainda era a preto e branco). E o Professor Baltazar,com a sua incrível máquina de ter ideias, apetrechada de um guarda-chuva e de uma torneira, por onde saía a solução? E o País dos Rodinhas? A coisa mais fixe do País dos Rodinhas era a dobragem, era o mesmo gajo que fazia as vozes todas, fosse a Velha da Chaleira, fosse o Serapintado, ou qualquer um dos Rodinhas, basicamente capacetes com rodas. E o Chapi Chapô? No La Haine, a certa altura ouve-se a música destes dois chapéuzinhos. Recordar é viver...A Candy Candy era uma cena nossa, de meninas, os meninos nunca hão de entender, acho bem. Andava eu na preparatória, e a mais matulona da turma era a La Salete, já tinha mamas e dava beijos na boca aos gajos...o que é certo é que às 5ªs feiras à tarde, quando tínhamos religião e moral, ela faltava sempre para ver a Candy Candy. Quem diz a Candy Candy, diz a Nell, que era uma menina irlandesa que partiu com o avô à procura da mãe.
Sim, eu sei, tive uma infância feliz.

A susana,nostálgica

Del Giorgio disse...

Só a cunhada do Costinha é q me poderia compreender... Alguém q se lembra dos Barbapapas!!
Eram uns seres em forma de 8 e cada 1 tinha uma cor.
Havia a mãe e o pai e depois os filhotes e cada 1 tinha uma característica. E o meu preferido era o preto todo despenteado.
Vejam aqui 1 pouquinho --> http://www.naughtykitty.org/barbapapa/barbameet.html

Anónimo disse...

e o verão azul? e o automan? e os filhos da galactica?
e a super-mulher? e o V a vitória final? e o raio azul? e a naked city?

luís

Anónimo disse...

Não só me lembro dos Barbapapas, como me lembro perfeitamente do Pepe Legal e do Wallygator. Mas toda a gente se lembra do Pepe Legal, se se disser:'sim, Babalu...'. A Tartaruga Touché também era da mesma altura. Ó Cunhadinho, lembro-me disso tudo e do Homem do Rifle também.E lembras-te tu do Bonanza, da BattleStar Galactica (não os filhos, isso foi depois,claro. Eu curtia os inimigos, os Cylons, muito parecidos com o Darth Vader e que diziam 'by your command'). E ainda há o Roy Rogers, o Mascarilha e o ridículo do Buck Rogers que tinha um amigo robô que fazia 'tweetitweetitweeti'!?!?Aaaahhhhh....bons tempos.

A Cunhadinha do Costinha que tem boa memória e o resto do pessoal também

eduardo disse...

Pois eu sou do tempo em que via a Heidi, a Pipi das meias altas e o Sandokan!
Ainda ninguém referiu o Ren & Stimpy (versão dobrada em português)que foram uma revolução quando apareceram a par dos Simpsons.

Anónimo disse...

...tenho pouco que fazer por estas bandas...
Falando em decadência dos anos 80, ó Edu, e que tal lembrar agora os nº1 dos tops mais ridículos de sempre?
Sei lá, o Jorgito já mencionou algures o Tarzan Boy do Baltimore, e eu lembro agora o Woodpeckers From Space dos Video Kids. É uma sugestão.

A susana, outra vez, e sem nada que fazer

eduardo disse...

Caso não se lembrem o "I Just Called To Say I Love You" do Stevie Wonder esteve mais de um ano em 1º lugar do top nacional, sendo destronado pelo "Woodpeckers From Space". O "Bad" dos U2 esteve igualmente mais de um ano em 1º lugar da então recém-inaugurada RFM.
Aberrações dos 80 que estiveram no top: Modern Talking, Century, Opus, Scotch, entre muitas outras.

Maria disse...

eu dos tops dos 80 lembro-me pouco, que na altura so ouvia a historia da carochinha e mais tarde os ministar...
mas alguem se lembra da clementine?
e do vicky? ate me lembro da musiquinha...

Anónimo disse...

Ahahahahahahahahahahah!!...Scotch...disso nem eu me lembrava!! E a Maria Magdalena da Sandra? You're a creature of the night...(berro) I WANNA BE...MARIA MAGDALENA!!!E os Scorpions com o still loving you? Acho que foram eles que destronaram o Stevie Wonder.Ahahahahahah!...os Century!! WHYYYYYYY lover WHYYYY!!!! E o Jim Diamond e o I should have known better?AIAIAIAIAIAIAIAI!!!!

A susana, êxitos 80

eduardo disse...

Gazebo - I Like Chopin
F.R. David - Words

falaram nos Ministars mas não esquecer os Onda Choc e a Ana faria e os Quijinhos frescos e o Clube Disney aos domingos à tarde.

Anónimo disse...

o sandokan era demais, lembram-se da canção:

sandokan
sete cuecas e um soutiã
mariana deu um grito
dandokan foi-lhe ao p(e)ito


luís

Anónimo disse...

Sandokan, Sandokan
TRÊS cuecas e um sutiã...Assim é que é.
O Era Uma Vez o Espaço ainda teve uma série anterior, o Era Uma Vez o Homem, que era sobre história e uma série posterior, o Era Uma Vez o Corpo Humano.Os personagens eram sempre os mesmos, mas no Era Uma vez o Espaço davam muita importância a um robô detentor de uma voz deveras anasalada e irritante.
O Vicky era o pequeno vicking com cabelo de menina, não era? Ei, Vicky, ei Vicky ei...nanananananana!
Ministars, Onda Choc, Queijinhos Frescos, mas eu ainda sou do tempo do António Maria Vinhas e seu sucesso oh formiga, formiguinha e do Fungagá da Bicharada.
Valha-me deus, as coisas de que te lembras, Edu. E a Jennifer Rush com cabelo brilhante, e o money for nothing com um video clip muito avançado todo computadorizado, e o I wanna know what love is e o Kajagoogoo a cantar never ending story, a-a-a-a-a-a-a-a-a-ah, never ending storyyy!...

A vida é muito triste.
A susana, sobrevivente aos 70s,80s e 90s.

eduardo disse...

O ricardo, meu compincha nas lides musicais tem o 7" do Vicky, e o ppl delira sempre com a música.
Lembrei-me agora de um programa muito porreiro que dava aos sábados: O Jornalinho. Tinha um desenho animado em francês com um indio a ensinar os putos a atravessar a rua.

Del Giorgio disse...

Cunhadinha, especialmente p ti:
http://crass.on.ru/flash/bbird.html

Anónimo disse...

o índio francês q ensinava as regras de trânsito era demais, mas continuo a achar q eram sete cuecas as do sandokan, pelo menos era assim q se cantarolava cá na rua

luís

Del Giorgio disse...

Tão-se a esquecer do Popeye (tava sempre a dar enquanto não começava o Telejornal); o Gasparinho (aquela minhoca que vivia numa maçã vermelha); o puto que queria 1 cão e então dizia a todos que tinha perdido o cão e perguntavam-lhe "como era o teu cão?" e ele respondia sempre de forma diferente; a pobre criancinha que queria construir uma casa e fez uma de açucar e as formigas comeram-na, fez de areia e foi co caralho; o Eckle & Jackle (sei lá como se escreve essa merda) mas eram 2 gralhas do piorio; os contos folclóricos húngaros; as aventuras do Tintin com o famoso (nunca houve outro) Objectif: Lune; o Willie Fog com a volta ao mundo em 80 dias; a Ana dos cabelos ruivos que deu na TVI 324 vezes seguidas pois todos os dias dava 1 episódio, ao fim de 1 mês acabava e no dia imediatamente seguinte, voltava ao início; o Ovide que era, acho eu, 1 ornitorrinco e quando havia notícias, saíam tv's do chão; o Nils Olgersson que ficou pequenino e foi voar com os patos sei lá para onde e hei-de lembrar-me de mais... (eu já deliro a qualquer hora mas a partir das 5 da manhã... ui! sai-me cada uma!!) - Eu tinha uma caneca do Sandokan com 1 tigre e tinha uma tshirt do Belle e o Sebastião, era verde e comprada na Vandoma.

Anónimo disse...

A POLÉMICA: 3 ou 7?!?
Para mim eram 3, porque os personagens principais eram o Sandokan, o amigo e a namorada.
Eu até sabia o nome do índio...mas já não me lembro!!! Havia era um boneco espertinho chamado Elias.
Ei,o Bichinho Gaspar...as coisas de que vocês se lembram!...Era um desenho-animado todo psicadélico. Antes da história começar, aparecia um gajo todo esgroviado que dizia:'esta é a história do bichinho Gaspar...'.
E o menino que procurava o cão chamava-se Tomé!!! Morava bo bloco C, descrevia o cão sempre de maneira diferente e as pessoas batiam-lhe com a porta na cara. Ele perguntava:'Viu o meu cão?'( passavam-se alguns segundos). Alguns perguntavam: 'Como era ele?' (novamente mais alguns segundos antes do Tomé responder o que lhe passasse pela cabeça).A seguir diziam rispidamente:'não! não vi!' e PRÁS! porta no focinho. AI!!!! Que saudades da velha infância!!!!

A cunhadinha, agradecida pelas alembranças

Del Giorgio disse...

...e o avião Jimbo que ainda dá no canal Panda.

Anónimo disse...

uns posts depois

Claro que lembro do bonanza e da clementine. A música do bonanza era tenebrosa, mas a da clementine era uma delícia, as histórias é q andavam quase sempre à volta da biologia e eu e a biologia nunca nos entendemos. Lembro-me de outra cena q não sei se era alemã, belga ou holandesa, era uma série chamada ravioli e passava ao sábado de manhã, adorava aquela família louca.

A hora do homem da carabina era perfeita para adormecer, mas quando colocaram o fugitivo no mesmo horário segui atentamente as aventuras do dr richard kimble. Depois passaram as séries originais do hitchcock, as originais da quinta dimensão e a naked city, uma série policial muita negra dos anos sessenta, começava com uma voz a dizer: this is the naked city, enquanto na imagem um carro desgovernado se espatifava no meio de uma rua novaiorquina, muito bom, mas durou pouco tempo.

Noutro contexto havia o inesquecível cão vagabundo.

Lembro-me do homem invisível e uma cena mt estranha q não sei se era inglesa ou australiana, onde um gajo de meia idade quando se portava mal começavam a crescer-lhe uns cornos e quando fazia o bem cresciam-lhe asas. O que só por si era sempre embaraçoso. Como é que isso se chamava?

Lembro-me de um verão que passou uns episódios à hora do lanche das fabulosas histórias de ray bradbury, que era mt bom.

As misteriosas cidades de ouro eram realmente a cena mais fabulosa.
E o perry mason? E o crime disse ela? E o missão impossível?

Os century, o bowie e os alphaville eram um terror.

luís

Del Giorgio disse...

Espera aí que esta merda ainda não acabou!!
E o Roger a Jacto??
"Roger Ramjet is our man, hero of our nation..."

Anónimo disse...

o rogerajacto era meu vizinho, o agassi pode comprová-lo porque passou algumas tardes a jogar computador em casa dele.
os anthrax tinham uma versão divertida do genérico dessa série. sim os anthrax, os gajos não faziam só speed-metal azeite. mas eu tb não gosto deles para que é que estou para aqui....

luís

edu arranja outro tema q este parece estar a esgotar com as nossas memórias

Anónimo disse...

Acho que só faltou falar nesse Senhor com 'S' grande do imaginário infantil de cada um de nós, sim, ele, o inefável, o incontornável, o tio que cada um de nós queria ter, o Vasco Granja.
Com sua testa altaneira e luzidia, os seus dentinhos Bugs Bunny e seus óculos pós-revolução, punha aquele seu ar pueril-didático e começava:'meus amiguinhos'... e a sessão prometia.
Um Senhor que vivia para a pequenada e para a bonecada. Se fosse agora, ainda era rotulado de pedófilo ou coisa que o valha.
Bem-hajas, companheiro Vasco.

A Cunhadinha, num último fôlego

Anónimo disse...

Atão e a árvore dos espatafúrdios?

Viva o Vasco Granja!!! Um homem 100% para nós putos!

Atão e o copo copinho? o cowboy que só bebia leitinho e matava dois de uma vez!

O clube amigos disney! Estão a estragar os putos de hoje... com as porcarias que dão. Nós tivemos uma infância feliz!

Anónimo disse...

E a Roxana Banana? hein

Anónimo disse...

o bananaman deu a seguir À formiga fenómeno. Infelizmente as pessoas têm memória curta. Foi um desenho animado de grande sucesso.
Nessa altura eram sagrados os desenhos animados das 19 e 30. Ao domingo havia o Willy fog e o bel e sebastião. Também era imperdível a guerra dos sexos de segunda a sexta e o hermanias ao domingo.