domingo, dezembro 28, 2008

O melhor de 2008

Se o ano transacto a escolha do melhor do ano recaiu facilmente sobre o soberbo "Wincing The Night Away" dos Shins, este ano não me consegui decidir entre os Vampire Weekend, Pete & The Pirates e Ra Ra Riot.
Vai daí , aqui ficam por ordem alfabética os 30 discos que supostamente agradaram mais aos meus ouvidos. Muitos ficaram por escutar em condições, outros não entendo o porquê de figurarem em muitas listas e mais alguns devem vir a ser descobertos durante 2009, levando-me a questionar como é que tal registo me passou ao lado.

Acrescento igualmente uma lista dos concertos assistidos durante o ano que se presta a findar com um balanço positivo é certo, embora tenham ficado por ver alguns que despertavam bastante interesse.

Bom ano de 2009 recheado de boa música!

Os melhores de 2008
(por ordem alfabética)

  1. All The Saints - Fire on Corridor X
  2. British Sea Power – Do you like rock music?
  3. Clinic – Do it!
  4. Crystal Stilts – Alight of night
  5. dEUS – Vantage Point
  6. Dianogah – Qnnnl
  7. Duffy – Rockferry
  8. Duke Spirit - Neptune
  9. Foals - Antidotes
  10. Frightened Rabbit – The Midnight Organ
  11. Headless Heroes – The Silence Of Love
  12. Headlights – Some Racing Some Stopping
  13. Hot Club de Paris – Live At Dead lake
  14. It Hugs Back – First Four Singles
  15. Kills – Midnight Boom
  16. Little Ones – Morning Tide
  17. Los Campesinos- Hold On Now, Youngster
  18. Monade – Monstre Cosmic
  19. New Year – New Year
  20. Panther - 14 kt god
  21. Pete & The Pirates – Little Death
  22. Ra Ra Riot – The Rhumb Line
  23. Russian Circles - Station
  24. Sea & Cake – Car Alarm
  25. Someone Still Loves You Boris Yeltsin- Pershing
  26. Sons & Daughters – This Gift
  27. Stereolab – Chemical Chords
  28. Submarines – Honeysuckle Weeks
  29. Tapes n Tapes – Walk it off
  30. Vampire Weekend – Vampire Weekend

Concertos 2008 (por ordem de visionamento)


  1. Go! Team
  2. Nada Surf
  3. Raveonettes
  4. Familea Miranda
  5. Bunnyranch
  6. Wraygunn
  7. Microfilm
  8. Kills
  9. Einsturzende Neubauten
  10. Apse
  11. Young Marble Giants + Lightspeed Champion + Vampire Weekend
  12. Awesome Color
  13. Enon
  14. Caspian + All Star Project
  15. Jonquil
  16. Russian Circles

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Ilustração #12 - Tara Mcpherson




Mais um exemplo de que a arte de criar posters não escolhe sexo. Podem apreciar o trabalho desta ilustradora por aqui

quarta-feira, dezembro 10, 2008

Tallowate



Após uma ausência de 10 anos das lídes musicais, decidi regressar para bem da humanidade e para mal dos vossos ouvidos.

A banda tem por nome Tallowate e é composta por amigos de longa data.

A estreia ao vivo vai suceder-se no próximo dia 12/12 (6ª) no mítico O Meu Mercedes a partir das 23H.

Mais pormenores sobre a banda podem ser detectados neste link

Ainda não temos faixas para ouvir mas podem tirar a pinta através de 2 videos que lá se encontram. Entretanto as faixas em questão sofreram algumas modificações e o material sonoro foi trocado por outro bem melhor.

quarta-feira, novembro 26, 2008

Headless Heroes - "The Silence of Love"

Formação oriunda de Nova Iorque com um line-up algo mutante, acabam de editar este belo disco de versões, das quais se destacam originais de Nick Cave, Daniel Johnston, Nick Drake, Vashti Bunyan ou Jesus & Mary Chain.
A toada é languida, próxima de uns Cowboy Junkies ou Mazzy Star, contudo a voz de Alela Diane faz toda a diferença. Podem conferir aqui

Decerto este não vai faltar na próxima (Di)Versões - festa dedicada exclusivamente a "covers", pelos habituais Undercover Dj's no próximo dia 29/11/ no Altar Café-Concerto.

segunda-feira, novembro 17, 2008

Foals - Antidotes



Vivemos numa época em que as edições discográficas se sucedem a uma velocidade avassaladora, mal deixando o ouvinte vir à tona para respirar, levando quem escuta a tirar a pinta a um disco com uma fugaz audição ou 2 ou 3 temas no myspace.

Serve a introdução para justificar a ausência das newsletters, dado não ter tempo suficiente para sequer tecer uma opinião, e também para exemplificar que por vezes uma primeira opinião desfavorável, pode em poucos meses, ser alterada graças a uma audição mais cuidada, como foi o caso deste "Antidotes", que apesar de piscar o olho aos Bloc Party e Tv On The Radio, duas bandas que não me cativam minimamente, contêm muitas mais referências musicais, e aos poucos somos contagiados pela sonoridade algo dançante/psicótica/doentia que temas como "Cassius", Red Socks Pugie" ou "Electric Bloom" libertam.

quinta-feira, novembro 13, 2008

Video Mouco #32 - Beastie Boys - "So Wat'cha Want"



Longe da palhaçada do sucesso de "License To Ill"(1986), anos mais tarde e bem mais maduros,os Beastie Boys lançam as bases para o que viria a surgir anos depois com o catálogo da Anticon ou a versatilidade de K-os ou do famoso amigo Beck, com o disco "Check Your Head" (1992). A capa do disco foi inspirada nos Minor Threat e os Sonic Youth foram um dos impulsionadores na elaboração deste disco. O Alternative-Rap passa obrigatóriamente por aqui.

quarta-feira, novembro 05, 2008

domingo, outubro 26, 2008

Halloween Hootenanny



Se estiverem com disposição para curtir uma noite de Halloween como manda o figurino,recheada de "good old goth-surf-garage-rock & roll-psychobilly freakout" então apareçam no Altar (antigo Comix) dia 31/10 para uma noite verdadeiramente assustadora (no bom sentido...)!!

Rock on!

quarta-feira, outubro 22, 2008

Assim não vale...

Lemonheads (24/10) Santiago Alquimista - Lisboa
Ra Ra Riot (11/11) Santiago Alquimista - Lisboa
Lightning Bolt (23/11) Zé dos Bois - Lisboa

e a malta mais a Norte a vê-los passar...

quinta-feira, outubro 09, 2008

(di)versões em Aveiro

Segunda ronda das (Di)versões levada a cabo pela dupla Under(cover) Dj's composta por Edu(Mouco) e Mr. Sexxxy Love, Já este Sábado no Clandestino em Aveiro.

Quem estiver disposto a ouvir uma noitada composta por versões é favor aparecer

quarta-feira, outubro 08, 2008

Ilustração #11 - StrawberryLuna



Excelente o trabalho desta artista sediada no estado da Pennsylvania que dá pelo nome de StrawberryLuna, e parte integrante do colectivo Artists Image Resource

terça-feira, setembro 30, 2008

Video Mouco # 31 - Appliance - "Pacifica"



Retirado do excelente registo de estreia "Manual" de 1999, editado pela Mute Records. O video não é nada de especial mas encaixa bem com este hipnótico tema.

quinta-feira, setembro 18, 2008

Newsletter Capitão Edu #86

A poucos dias de me ausentar por uma semana, aqui fica mais uma Newsletter. Até breve e boas audições!

Aquisições

7”
Cajun Dance Party – “Colourful Life” (2008)
Vale pela embalagem e pelo lado B, uma versão bem conseguida de “Runaway”.

Blonde Redhead – “23” (2007)
Vinil colorido de um dos melhores singles de 2007.

Ra Ra Riot – “A Manner To Act” (2007)
Ando viciado neles e antes que este single desapareça do mapa deitei-lhe a luva.

The Little Ones – “Morning Tide” (2008)
Vinil colorido e uma formosa canção.

Russian Circles – “Upper Ninety” (2006)
A pouco mais de um mês da sua presença em Portugal, já tenho algo para ser autografado. Para não variar, este também é colorido.

CD
Archie Bronson Outfit – “Derdang Derdang” (2006)
Archie Bronson Outfit – “Fur” (2004)
Aproveitando a maré de promoções, completei a minha colecção de uma das melhores bandas britânicas da actualidade.

The Preachers – “Moanin’” (2002)
Obscura banda de rock de garagem da década de 60. A sua versão de “Who Do You Love” de Bo Diddley é um portento.

Kasabian – “Kasabian” (2004)
Kasabian – “Empire” (2006)

Estes lá fora viraram “Nice Price” e apesar de não gostar de tudo o que editaram, estes discos contêm qualidade suficiente, em especial os singles deles retirados.

Explosions In the Sky – “The Earth Is Not A Cold Dead Place” (2003)
Mais um que fisguei a preço mais reduzido. É esperar que eles baixem...

V/A – “Strange Brew” (2004)
A minha devoção às “covers” levou-me a descobrir este disco repleto de versões easy-listening, soul, orquestradas de temas dos Rolling Stones, Beatles, Led Zeppelin entre outros.

Taylor (Brand Abrasive Sound Structure) – “Taylor (Brand Abrasive Sound Structure)” (2001)
Eu até tentei comprar este cd mas o facto é que ele está mais que descatalogado, sendo assim tive que me socorrer da net para capturar esta reliquia, produzida pelo mestre Albini.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Stereolab – “Chemical Chords” (2008)
Já me perdi nas contas de quantos discos esta seminal banda já editou mas é de todo indiferente tendo em conta que a qualidade não diminui, eu diria até que estão cada vez melhor, embora, claro está, nunca atingindo a perfeição de um “Emperor Tomato Ketchup”.

Oxford Collapse – “Bits” (2008)
Já vão no 4º álbum e no entanto continua a ser algo complicado para esta banda atingir um maior estatuto no campeonato indie, tendo em conta a qualidade dos seus discos. A ver vamos se com “Bits” o caso muda de figura.

Ra Ra Riot – “The Rhumb Line (2008)
Se o ep de estreia demonstrava estarmos perante um banda com grande potêncial, o álbum de estreia revela que o seu chamber-indie pop é do melhor que ouvi este ano.
Em alta rotação!!

The Verve – “Forth (2008)
Apesar dos Verve terem originado um determinado tipo de som que bandas como os Coldplay, Athlete e Embrace adoptaram para povoar os tops, eu sou um dos seus apreciadores desde a fase inicial psicadélica e do levitacional “A Storm In Heaven”.
Depois veio o sucesso com o “Urban Hymns” e a banda desapareceu do mapa. Voltou este ano ao activo mas teria sido bem melhor que tivessem ficado quietos.

Dappled Cities – “Granddance” (2007)
Descobertos através do Myspace, a curiosidade levou-me a querer ouvir o registo de estreia desta banda australiana. Excelente indie pop para apreciadores dos The Shins, Rosebuds, Spinto Band, Someone Still Loves You Boris Yeltsin.

Brendan Canning – “Something For All Of Us” (2008)
Elemento fundador do colectivo Broken Social Scene, Canning apresenta um auspicioso disco de estreia a solo, onde não faltaram os inúmeros amigos para colaborar na gravação. Por aqui anda o espirito indie rock dos Dinosaur Jr. e Sebadoh, assim como a sensibilidade pop de um Elliott Smith.

Fujiya & Myagi – “Lightbulbs” (2008)
Gosto da sonoridade deste trio inglês, assente nas premissas do krautrock misturado com o trip-hop dos Massive Attack e a electrónica minimal com algum groove . O seu novo registo não foge um milimetro ao que haviam apresentado em ”Transparent Things” o que não deixa de ser uma faca de dois gumes.

Dressy Bessy – “Holler & Stomp” (2008)
Esta simpática banda acaba de editar o seu quinto registo na habitual linha indie-power-pop. Sempre agradáveis de ouvir, contudo o anterior “Electrified” enchia-me mais as medidas.

Spinto Band – “Moonwink” (2008)
Com este já vão 9 discos editados, apesar de sete deles serem de edição de autor, pois a grande maioria apenas os conheceu com “ Nice and Nicely Done”.
Este “Moonwink” não desilude mas no entanto, não revela tantos atributos como o seu antecessor patenteava. Necessita mais rodagem para conclusões definitivas.

The Sea & Cake – “Car Alarm” (2008)
Não posso negar que já ouvi esta malta de Chicago a produzir melhores discos, no entanto, mesmo uns furinhos abaixo do habitual, está garantida uma aprazível audição.

The New Year – “The New Year” (2008)
Os irmãos Kadane, outrora mentores dos Bedhead, regressam com um terceiro registo que não foge muito ao seu som caracteristico, próximo do slowcore ou do indie rock na esteira dos Luna ou Built To Spill. Para não variar, continuam excelentes.

Leitura
José Saramago – “Ensaio Sobre a Cegueira”

Finalmente decidi ler uma obra do nosso prémio Nobel, e em boa hora o fiz pois deliciei-me com este livro e aguardo ansiosamente a adaptação cinematográfica.

George Orwell – “1984”
Futuristica peça de literatura, sempre actual desde que foi editado em 1948. “Big Brother is watching you”.

Concertos
Nos próximos meses estão já agendados alguns concertos que pretendo assistir. Favor conferir a agenda aqui ao lado.

domingo, setembro 14, 2008

ilustração # 10 - Derek Hess




Veterano nestas andanças já com uma carreira de 15 anos, Derek Hess tornou-se famoso neste meio pelo seu traço caracteristico com o corpo humano a servir quase sempre de inspiração ao estilo de Leonardo Da Vinci.
Para além dos posters e capas de discos, Hess criou uma linha de roupa e tem-se dedicado à arte em geral nos últimos tempos.

domingo, setembro 07, 2008

Guilt By Association



Motivado pela febre de "covers" que ultimamente tenho padecido, não resisti em adquirir este cd editado em 2007 pela EngineRoom Recordings, cujo principal tópico consiste em bandas e artistas do universo indie a realizarem versões de temas e/ou artistas que normalmente povoam as tabelas de vendas.
O resultado final, apesar de algo desiquilibrado, é francamente positivo.

Aqui segue o alinhamento e respectivo autor:
01. Petra Haden - Don't Stop Believin'(Journey)
02. Devendra Banhart & Noah Georgeson - Don't Look Back In Anger (Oasis)
03. Mark Mulcahy - From This Moment On (Shania Twain)
04. Luna - Straight Up (Paula Abdul)
05. The Concretes - Back for Good (Take That)
06. Jim O'Rourke - Viva Forever (Spice Girls)
07. Goat - Sugar We're Going Down (Fall Out Boy)
08. Bonnie 'Prince' Billy - Can't Take That Away (Mariah Carey)
09. Woody Jackson Orchestra featuring Money Mark - Love's Theme (Barry White)
10. Porter Block - Breaking Free (High School Musical)
11. Mooney Suzuki - Just Like Jesse James (Cher)
12. Geoff Farina - Two Tickets To Paradise (Eddie Money)
13. Casey Shea - Chop Suey (System of a Down)
14. Superchunk - Say My Name (Destiny's Child)
15. Mike Watt - Burning For You (Blue Oyster Cult)

terça-feira, agosto 26, 2008

Video Mouco # 30 - Ned's Atomic Dustbin - "Kill Your Television"



Retirado do ainda excitante registo de estreia "God Fodder"(91).
Depois descambaram...

domingo, agosto 17, 2008

Depreciation Guild

Os Depreciation Guild são um duo de Brooklyn praticantes de um shoegaze ora atmosférico, ora mais ruidoso, adornado por elementos electrónicos bastante cativante.
O melhor de tudo é a possibilidade de efectuar o download de todo o material editado através do respectivo myspace


domingo, agosto 10, 2008

Newsletter Capitão Edu #85

Aquisições

7”
Duke Spirit – “My Sunken Treasure” (2007)

Novo single retirado de “Neptune”, um dos melhores discos deste ano.

Duffy – “Warwick Avenue” (2008)
Após o sucesso de “Mercy”, um tema mais calmo na linha Burt Bacharach.

Primal Scream – “Can’t Go Back” ( vinil colorido 2008)
Boa escolha para o novo disco. Crítica ao álbum mais abaixo.

X-Wife – “On The Radio” (Limitado 2008)
Orelhudo novo single com a colaboração de Raquel Ralha (WrayGunn)

Rogue Wave – “Like I Needed” (2008)
Ena, mais uma rodela catita retirada de “Asleep At Heaven’s Gate”.

CD
Super Furry Animals – “Guerrilla / Rings Around The World”
Edição slidepack a um preço mesmo muito em conta.

Hot Club De Paris – “Drop It ‘Til It Pops” (2007)
Modest Mouse – “We Were Dead Before The Ship Even Sank” (2007)
Grant-Lee Phillips – “Nineteeneighties” (2006
)
Três belos exemplos de que mais vale aguardar e depois adquirir os originais a nice price.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Primal Scream – “Beautiful Future” (2008)
Melhor que o seu antecessor “Riot City Blues” não seria dificil de conseguir, contudo neste disco Bobby Gillespie e comparsas disparam em várias direcções, umas vezes certeiras outras nem por isso.

Wild Beasts – “Limbo, Panto” (2008)
Nova aposta da Domino que decerto irá agradar a apreciadores de Antony. Como não é o meu caso, muito pelo contrário, safa-se a parte instrumental.

Hot Club De Paris – “Live At Deadlake” (2008)
O novo registo deste trio inglês, não apresenta grandes novidades em relação ao registo debutante. A devoção aos Minutemen é óbvia mas ainda assim não deixa de ser cativante, numa fórmula math-pop-rock.

Dananananaykroyd – “Sissy Hits” (2008)
Ep de apresentação desta banda oriunda de Glasgow, cuja sonoridade varia entre o post-hardcore bem rasgadinho e o pós-punk dos The Fall. Tal como os Hot Club De Paris, Foals, Sixtyfivedaysofstatic ou Youthmovie Soundtrack Strategies , é bom de ver e ouvir bandas britânicas com uma sonoridade mais elaborada sem ser o desgastado Brit pop/rock.

Cansei Ser Sexy – “Donkey” (2008)
Outrora tiveram a sua piada, actualmente tornaram-se numa banda sem interesse com um disco super-produzido que a meio da audição já dá vontade de tirar, e só dura 35 minutos!

Beck – “Modern Guilt” (2008)
Sinceramente acredito que o Beck anda algo perdido e a tentar recuperar a fama que obteve com o influente “Odelay”. Todavia os tempos são outros e para não ficar na rectaguarda convidou Danger Mouse, produtor na mó de cima e cabecilha dos Gnarls Barkley. O resultado final soa muito bem para quem for apreciador de produções topo de gama em detrimento de criatividade.

Mudhoney – “Lucky Ones” (2008)
Mais um disco desta mítica banda de Seattle. Não podemos esperar grandes novidades sonoras mas apenas um bom disco de rock, e nesse aspecto a banda nunca falha.

Dianogah – “Qhnnnl” (2008)
Aguardado com alguma expectativa pela minha parte, o novo registo desta banda onde figura o ilustrador Jay Ryan inclui algumas novidades, sendo a maior a inclusão de vozes e uma maior diversidade musical, para além de contar com uns quantos convidados como Andrew Bird. Se apreciam Rodan, Slint, Bedhead, Shellac e Don Caballero, então podem servir-se à vontade.

The Little Ones – “Morning Tide” (2008)
Tendo em conta a qualidade dos eps de apresentação, o álbum de estreia não desilude mas estou em crer que poderiam ter feito melhor, ainda assim é indie pop com pinta.

Publicações
Mojo ( Agosto 2008)
Edição dedicada aos 20 anos da editora SubPop com cd a condizer.

Leitura
New York Noise
Excelente retrato do movimento artistico entre 1978-1988 de uma fervilhante Nova Iorque.
Centenas de fotografias de Paula Court ilustram as personagens que tornaram a " grande maça" a cidade mais famosa do mundo, graças a figuras como Andy Warhol, Africa Bambaataa, Martin Rev (Suicide), Richard Hell, Lou Reed, Keith Haring, Patti Smith, John Cage, ESG, Laurie Anderson, Basquiat entre muitos outros.

Este livro abrange todos os movimentos musicais que brotaram durante esta década: Hip-hop, Punk, No-Wave, Free Jazz, Experimental e electrónica, demonstrando a corrente de criatividade que surgiu neste período.
Inclui textos de David Byrne, Laurie Anderson, Cindy Sherman, Suicide, Liquid Liquid entre outros, autênticos relatos sobre todo o movimento que se desenrolou numa Nova Iorque com os olhos no futuro.

Downloads

Mais um punhado de faixas, disponiveis gratuitamente e legalmente na net, compiladas especialmente para este verão. O link, a capa e a contra-capa podem encontrar-se aqui: http://moucocd.blogspot.com
Deixem os vossos comentários e sugestões das vossas descobertas musicais.

sábado, agosto 09, 2008

Video Mouco #29 - Preachers - "Who Do You Love"



Topem só a versão brutal que estes tipos fizeram do famoso tema criado pelo recém-desaparecido Bo Diddley. O nascimento do headbanging passa por aqui!!!

sexta-feira, agosto 01, 2008

Video Mouco # 28 - Mudhoney - "Suck You Dry"



Prestes a celebrar 20 anos de existência, a mítica editora SubPop alberga no seu catálogo bandas e discos fundamentais para a história do rock underground americano.

A meu ver os Mudhoney são os maiores representantes da estética que esta editora tem tentado reger-se ao longo destas sinuosas décadas.

Este portentoso single foi retirado de "Piece of Cake" editado pela Reprise, pertencente à Warner, ainda assim prevalece o alto sentido de humor bem ilustrado por este video de baixo orçamento.

domingo, julho 06, 2008

Summer Tape Mix '08



A uma semana de gozar um merecido periodo de férias, aqui está a costumeira Summer Tape. Desta feita a grande novidade consiste no facto de se encontrar "Mixada" como se de um dj set se tratasse.
Como o programa ainda é recente, irão desculpar-me alguns erros técnicos (pregos) e ocasionais oscilações sonoras, mas o que conta é a atitude, e por isso toca a fazer o download da minha
Summer Tape Mix '08e depois digam de vossa justiça.

Segue o alinhamento:
01. combustible edison - miniskirt
02. cardigans - Sick and Tired
03. someone still loves you boris yeltsin - Think I Wanna Die
04. boy least likely to - be gentle with me
05. the submarines - You, Me, & The Bourgeoisie
06. auto dropouts - drop the bombs
07. the honeydrips- It Was A Sunny Summer Day
08. the epochs - picture of the sun
09. vampire weekend - mansard roof
10. casper and the cookies - sid from central park
11. bishop allen - ClickClickClickClick
12. Little Name - I Always See The Sun Rise
13. duffy - mercy
14. prints -Too Much Water
15. pete & the pirates - mr understanding
16. the electric pop group - i could see the lights
17. los campesinos - Death To Los Campesinos!
18. Girls In Hawaii - Plan Your Escape - sun of the sons
19. club 8 - what shall we do next
20. it hugs back - Carefully
21. monade - étoile

quinta-feira, julho 03, 2008

se a moda pega...

Não satisfeito com uma crítica ao seu trabalho, Pelle Carlberg tratou de tirar satisfações com a autora do texto. O resultado ficou registado numa canção.

Pelle Carlberg - Go To Hell, Ms Rydell

So I gave her a ring
And not exactly an engagement ring
I tracked down her number on the Internet
It was the easiest thing
She thought I was rude
To call her at home
I said I was hurt by what she had written
In that review, and now I wanted to…
She told me “this conversation is over
Send me an e-mail when you’re sober”
(And I wasn’t even drunk)

So go to hell, miss Rydell
Yeah, go to hell, miss Rydell

They say that the pen
Is mightier than the sword
And I know the feeling, the devastating feeling
Cause I have been stabbed before
I worked my ass off
With babysitters every practice
While she between autumn coughs
Dispatched me with her preconceived thoughts
She told me “this conversation is over
Send me an e-mail when you’re sober”
(And I wasn’t even drunk)

So go to hell, miss Rydell
Yeah, go to hell, miss Rydell
So go to hell, go to hell
This is the only way I can approach the humiliation
It’s a bit stupid and childish, pathetic, but it’s a solution

So I wrote her an e-mail
And kept it kind of friendly too
Some adequate questions about her assumptions
Something I had to do
She never replied
She never replied

segunda-feira, junho 30, 2008

Video Mouco #27 - Mler Ife Dada - "Zuvi Zeva Novi"



Ultimamente tenho ouvido o "Coisas Que Fascinam", e constato que esta banda foi uma das mais originais no panorama musical nacional.

quarta-feira, junho 25, 2008

Chegou o Verão


A mudança de estação é sempre um bom pretexto para elaborar uma nova compilação.
Enquanto a minha Summer Tape 08 não fica concluida, aqui vai um geladinho oferecido pela editora sueca Labrador.

Segue o alinhamento:
1 [Ingenting] - Här Kommer Solen
2 The Sound of Arrows - Danger!
3 Sambassadeur - Final Say
4 Suburban Kids With Biblical Names - Funeral Face
5 Pelle Carlberg - I Love You, You Imbecile
6 Club 8 - You And Me
7 Johan Hedberg - Grammisgalan
8 The Radio Dept. - Freddie and the Trojan Horse
9 Sambassadeur - Subtle Changes
10 Tribeca - Her Breast Were Still Small
11 Chasing Dorotea - Dark Angel
12 The Mary Onettes - Explosions
13 The Legends - Darling
14 Leslies - Take A Look
15 Irene - By your side
16 Pelle Carlberg - Go to Hell, Miss Rydell
17 Club 8 - Jesus, Walk with Me (The Sound of Arrows remix)
18 Suburban Kids With Biblical Names - Trumpets and Violins
19 Acid House Kings - Start Anew
20 Irene - Little Lovin
21 The Radio Dept. - Pet Grief
22 Club 8 - Whatever you Want
23 Acid House Kings - This Heart Is A Stone
24 Loveninjas - Little Black Friends
25 [Ingenting] - Släpp In Solen
26 Caroline Soul - Been Turning (Into Something Bad)
27 Acid House Kings - Sunday Morning
28 Johan Hedberg - Var Dig Själv
29 The Legends - Make It All Right
30 The Sound of Arrows - Danger! (Ice cream shout)

P.S. convêm referir que é necessário um programa especifico para o download de Torrents

domingo, junho 15, 2008

Newsletter Capitão Edu #84

Aquisições

7”
Future Of The Left – “Small Bones Small Bodies” (2007)
Bela capa e tema a fazer jus ao passado Mclusky.

The Mae-Shi – “Run To Your Grave” (2008)
O álbum é algo desiquilibrado, mas este single é cinco estrelas.

Rogue Wave – “Lake Michigan” (2008)
Alegria, estes já editam singles. Retirado de “Asleep At Heaven’s Gate” finalmente com distribuição europeia.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Cut / Copy – “In Ghost Colours” (2008)
Trio australiano praticante de um pop electrónico que não acrescenta uma vírgula ao que já foi feito na década de 80 pelos New Order, Human League, O.M.D., ou Daft Punk e Lcd Soundsystem como exemplos mais recentes.
Vá la um tipo perceber estes hypes...

Wedding Present – “El Rey” (2008)
Autêntica instituição do indie rock, a banda de David Geddes é incapaz de rubricar um mau álbum, contudo este novo registo fica um pouco aquém das expectativas, mas ainda assim com suficientes motivos de interesse.

Death Cab For Cutie – “Narrow Stairs” (2008)
Nunca fui grande adepto desta banda, quiçá pelo alto teor de açucar que empregam nas suas canções. Este novo registo não deriva muito do college-pop habitual mas inclui alguns apontamentos que fogem um pouco à fórmula que levou o anterior “Plans” ao galardão de platina nos States.

Liquid Liquid – “Slip In and Out Like a Phenomenon” (2008)
Já não era sem tempo que alguma editora iluminada (Domino) reeditasse uma das mais importantes bandas do post-punk americano, cuja influência pode ser detectada em várias tendências musicais ao longo de quase três décadas, que o digam Grandmaster Flash, New Fast Automatic Daffodils, Rapture, !!! ou Ui.

Ting Tings – “We Started Nothing” (2008)
Em grande no U.K., a combinação electro pop-new wave-post-punk deste duo resulta em dois ou três singles orelhudos mas depois não sai da cepa torta.

Santogold – “Santogold” (2008)
Projecto de Santi White onde encaixam vários géneros. A meu ver se não entrasse pela onda da M.I.A. o resultado era bem melhor. Digamos que metade do álbum safa-se, as mais próximas ao pop/rock está bom de ver.

Spiritualized – “Songs In A & E” (2008)
Desde o célebre “Ladies & Gentlemen...” os Spiritualized não souberam evoluir, daí que quando ouvi este novo registo as minhas expectativas eram rasteiras, e tal ficou deveras confirmado ao ter carregado no stop ao fim da quinta faixa...

Ladytron – “Velocifero” (2008)
O anterior “Witching Hour” resultou num dos melhores discos de 2005, contudo este novo disco está longe de superar o seu antecessor.
Sem ser um retorno á sonoridade electro pop dos primeiros discos, “Velocifero” perdeu o nervo rock em desfavor de uma electrónica cada vez mais soturna.

Concertos
Apse (29/05, Mercedes)
Mais uma arrebatadora prestação desta banda americana com uma presença em palco sempre nos limites com um som impecável.

Clubbing (30/05, Casa Da Música)
A abrir as hostilidades tivemos a presença dos Lightspeed Champion cuja pop algo reciclada não me entusiasmou por aí além, tal como os veteranos Young Marble Giants, que apesar de terem influenciado muitas bandas que aprecio, nunca me convenceram com o famoso “Colossal Youth”, daí ter saído mais cedo da Sala 1 para arranjar um bom lugar para ver os Vampire Weekend, o principal motivo da minha ida.
Apesar da boa performance fiquei com uma sensação de que podia ter sido melhor, como díria o anúncio, faltou isto para ser um grande concerto.
Como não fui seduzido pelo disco de estreia dos These New Puritans, não me esforcei por ficar a ver a sua actuação.

Awesome Color (03/06, Passos Manuel)
O power trio que compõe esta formação americana deu o litro em palco, contudo quando o local é sentado não existem grandes hipóteses de fazer deste evento uma celebração de garage rock com laivos psicadélicos em condições.

Enon (12/06, Mercedes)
Embora com alguns problemas de saúde, os Enon proporcionaram um bom concerto. A falta da maquinaria levou a que a banda atacasse mais a sua vertente rock com muito punk à mistura.

Tributo
Bo Diddley (1928-2008)
No passado dia 2 de Junho faleceu um dos pioneiros do rock & Roll devido a problemas de coração. O Mouco como admirador desta figura incontornável da história da música do sec.XX não podia deixar de prestar homenagem ao autor de “Hey! Bo Diddley” , “Who Do You Love?”, “Road Runner” ou “Gun Slinger”, sempre com aquele som caracteristico, mais tarde adaptado por inúmeras bandas e fonte de incontáveis versões.



terça-feira, junho 10, 2008

Ilustração # 9 - Casey Raymond




Casey Raymond é um dos novos ilustradores que tem vindo a ganhar notoriedade graças ao seu trabalho em posters, capas, fanzines e comix.

terça-feira, junho 03, 2008

Flatland + Mouco Sound Invasion


Apresentação do documentário "Flatland" 24.00H
Mouco Sound Invasion ( Dj Set) 01.00H
07/06/2008
Bar Ibla (Leça)

quinta-feira, maio 29, 2008

Apse @ Mercedes


Os Apse regressam hoje ao Mercedes. Esperemos que seja tão bom quanto o anterior.

domingo, maio 18, 2008

Newsletter Capitão Edu #83

Aquisições

CD
Clinic – “Funf” (2007)
Boa compilação de raridades e lados-B para completar a discografia.

The Auto Dropouts – “Still Waiting for Yom Kippur” (2007)
Formação sueca que teve a amabilidade de enviar este seu álbum de estreia graças ao Myspace. A sonoridade varia entre o indie pop dos oitenta e a vaga do novo rock americano. Boa onda.

It Hugs Back – “The Record Room: First Four Singles” (2008)
Sendo da Too Pure e a um preço bastante acessível, nem pensei duas vezes. Praticamente sem os ouvir acabei por ter uma excelente surpresa. Por aqui anda muito Yo La Tengo, algum Sonic Youth, pitadas de Stereolab e aroma shoegaze. O tema inaugural “Other Cars Go” é uma bomba sónica!

12”
Sonic Youth – “J’Accuse Ted Hughes” (2008)
Duas faixas bem experimentais que contabilizam quase 40 minutos. Para ouvidos treinados.

Stereolab – “Miss Modular” (1997)
Mais uma pérola para a colecção.

7”
Future Of The Left – “Manchasm” (2008)
Um dos temas mais fortes retirado de “Curses”.

Clinic – “The Witch” (2008)
Este novo registo contêm grandes singles. Este é um deles.

Duffy – “Mercy” (2008)
Eu sou daqueles que ficou viciado neste single e estou-me nas tintas se este tema vai ser rodado até à exaustão nas rádios. Northern Soul Power!

Pete And The Pirates – “Knots” (2007)
Pete And The Pirates – “Mr. Understanding” (2008)
Consegui estas duas belas rodelas antes que eles desapareçam ou atingam valores exorbitantes. “Mr. Understanding” é já um dos singles do ano.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Berlin Whale – “Berlin Whale” (2007)
Registo de estreia desta enérgica banda de Saint Louis.
Bons alunos dos Les Savy Fav e colegas de carteira dos So Many Dynamos.

Pete & The Pirates – “Little Death” (2008)
O cabecilha dos Tap Tap ataca em força com esta banda que não tem parado de rodar no leitor de MP3. Totalmente viciante!!!

Russian Circles – “Station” (2008)
Segundo registo deste poderoso power trio que baseia o seu som num post-metal-math-rock bastante cativante.

Duffy – “Rockferry” (2008)
Belo exercicio soul-pop. Se os tops tivessem música deste calibre o mundo sería um pouco melhor. Só não percebo as insistentes comparações a Amy Winehouse...

Foals – “Antidotes” (2008)
A nivel instrumental bastante recomendáveis, contudo não encaixo muito com as vocalizações. Fez-me pensar num cruzamento entre os Battles e os Bloc Party.

Little Ones – “Terry Tale And Fallen Gates EP” (2008)
Mais um ep para aguçar o apetite para o álbum que se espera ainda este ano.

Farmers Market – “Surfin’ USSR” (2008)
Formação norueguesa fascinada pela ex-União Soviética, criaram uma salada musical onde cabe jazz, folk bulgaro, Frank Zappa, algum surf e essências de outros estilos. Só podia ter sido editado pela Ipecac.

The Submarines – “Honeysuckle News” (2008)
O casal John Dragonetti (Jack Drag) e Blake Hazard uniram-se em 2006 e este é já o segundo fruto da sua relação. Indie pop electrónico para alegrar o dia.

The Electric Pop Group – “Sunrise EP” (2008)
A Suécia deve ser o país com mais bandas praticantes de twee-pop.
Estes são mais uns a juntar ao rol e não deixam de soar bem.

dEUS – “Vantage Point” (2008)
Nunca imaginei voltar a criticar de forma positiva um disco destes senhores desde “Worst Case Scenario”, contudo tenho de confessar que este novo registo está bom e recomenda-se. O single “The Architect” é contagiante.

Lost On Purpose – “Not If But When” (2007)
Mais uma vez o Myspace levou-me a entrar em contacto com esta banda de uma só pessoa, que não se fez rogada e indicou-me onde poderia fazer o download do seu último registo.
Pop acústica adornada por teclas e sopros inspirada nos Beatles, Beach Boys, e na sonoridade retro-folk-psicadelica da Elephant Six.

Frightened Rabbit – “Midnight Organ Fight” (2008)
Se o anterior “Sings The Greys” era cativante, o novo disco destes escoceses conseguiu elevar ainda mais a fasquia.
Mais um exemplo de que a simplicidade ainda resulta na construção musical.

Robert Forster – “The Evangelist” (2008)
Infelizmente os Go-Betweens deixaram de existir em virtude do falecimento de Grant McLennan, contudo Forster não desistiu de compor, e este seu novo registo inclui canções que não destoariam num álbum da sua anterior banda.

Exposições
VINIL - GRAVAÇÕES E CAPAS DE DISCOS DE ARTISTA (Serralves)

Patente até dia 13/07, esta exposição revela parte de uma colecção privada onde não faltam capas de artistas de renome assim como de movimentos artisticos ligados à estes objectos de culto, num número aproximado de 800 exemplares.
Por mim forravam o Museu de Serralves todo com estes objectos que cada vez mais estão a invadir o mercado afastando claramente a sua sentença de morte anunciada em meados da década de 90.

segunda-feira, maio 12, 2008

Ilustração # 8 - Leia Bell





Leia Bell formou-se no inicio desta década dedicando-se a criar posters para uma pequena sala de concertos do namorado em Utah. Num ápice os cartazes voavam dos locais onde eram afixados e assim ela se deu conta que este era o caminho a seguir. O seu traço algo infantil e o uso de animais tornaram-se uma imagem de marca. Não deixem de espreitar o seu trabalho.

quinta-feira, maio 08, 2008

Festa no Parque


Dj Edu (Mouco) + Dj Groo

Bar Parque
(R. Dr. Pedro Vitorino V.N.Gaia)

10/05/2008

22.00H

domingo, maio 04, 2008

quinta-feira, maio 01, 2008

Einsturzende Neubauten



Próximo Sábado na Casa da Música vão se ouvir os míticos bate-chapas!!
A ver vamos se ainda tocam esta ao vivo...

terça-feira, abril 29, 2008

D-Versões

D-Versões
(Festa dedicada exclusivamente a versões!!!)

30/04/2008

Radio Bar

Djs: Edu (Mouco) + Mr Sexxxy Love




Esta não vai faltar!

domingo, abril 20, 2008

20 Years Party People

Próxima 6ª vou concretizar o sonho de poder animar uma noite no Mercedes, local de peregrinação obrigatória durante anos a fio, onde pude ouvir grande canções , beber muitos copos (até demais...) e desfrutar da companhia de muito amigos.

Se puderem apareçam pois a noite promete!!

p.s. agradecimento especial ao Luís pelo flyer.

sexta-feira, abril 18, 2008

Dexter



A uma semana de terminar a 1ª temporada (não resisti e já vi o último episódio...), venho por este meio destacar uma das melhores séries a que assisti nos últimos tempos.

domingo, abril 13, 2008

Newsletter Capitão Edu #82

Aquisições

CD

V/A – “Subpop 200” (1988)
Histórica compilação que representa na perfeição os primeiros anos de uma Seattle antes de estourar a febre “Grunge”.

The Shins – “Chutes Too Narrow” (2003)
Antes de atingirem a perfeição pop com “Wincing The Night Away”, os Shins editaram dois belos exemplares anteriormente. Este segundo álbum serviu de catapulta a uma maior exposição.

Zen Guerrilla – “Trance States In Tongues” (1999)
Aproveitando umas pechinchas da Subpop, não resisti ao chamamento deste fulgurante exercicio de soul-garage-rock. O que será feito desta banda?

7”
Band Of Horses – “No One’s Gonna Love You” (2008)
Uma das poucas que se safam do último registo.

Les Savy Fav – “Patty Lee” (2008)
Vinil Branco. A não perder a interpretação deste tema no Conan O’Brien!

Frightened Rabbit – “Head Rolls Off” (2008)
Single de apresentação do ansiado novo álbum.

Raveonettes – “Dead Sound” (2007)
Capa 3D. Este foi dificil mas felizmente consegui apanha-lo.

Tapes & Tapes – “Hang Them All” (2008)
Um dos singles do ano, daqueles que até os Modest Mouse não desdenhariam ser os autores.

Vampire Weekend – “A-Punk” (2008)
Por falar em singles do ano, este é um forte candidato ao lugar cimeiro.
Inclui cd single.

Lp
Stray Cats – “Rant N Rave” (1983)

Uma “Rockabillada” soa sempre bem em vinil.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Clinic – “Do It!” (2008)
Ao quinto álbum os mascarados de Liverpool atacam com mais um disco repleto dos tiques que os tornam únicos, só que desta feita a coisa soa mais entusiamante que os anteriores.

Girls In Hawaii – “Plan Your Escape” (2008)
Segundo registo desta formação belga que matará as saudades de todos aqueles que lamentaram o fim dos Grandaddy.

Gnarls Barkley – “The Odd Couple” (2008)
Tarefa superada após o sucesso estrondoso do disco de estreia.

The Mae Shi – “Hlllyh” (2008)
Já com quatro discos em carteira, o som desta banda de Los Angeles é algo complicado de descrever, ora soa a pop experimental, ora pisca o olho ao pós-hardcore, entra pelo noise-rock e até se aventuram na dança. O resultado é deveras desiquilibrado mas alguns temas merecem a vossa atenção.

Operator Please – “Yes Yes Vindictive” (2008)
Oriundos da Austrália, os Operator Please seguem as pisadas de bandas como os Sons & Daughters, Yeah Yeah Yeahs e Be Your Own Pet mas não me conseguiram convencer.

Visões
(Alguns bons filmes vistos recentemente)

No Country For Old Men
Vencedor mais que justo do Oscar para melhor filme.

The Darjeeling Limited
Três irmãos em busca de algo por terras do Oriente.

I’m Not There
Seis visões sobre Bob Dylan. Excelente realização.

Juno
Agradável filme teenager com curiosos diálogos e boa banda-sonora.

That's all folks!

sábado, abril 12, 2008

Video Mouco #26 - The Kills - Fried My Little Brains"



Mais logo temos concerto deste casal. Decerto irão apresentar inúmeras canções do recomendável "Midnight Boom", mas era catita se tocassem esta.

domingo, abril 06, 2008

Microfilm @Mercedes


Microfilm
O Meu Mercedes
09/04/2008
23.00H
http://www.myspace.com/microfilmband

segunda-feira, março 31, 2008

Video Mouco #25 - Throwing Muses - "Bright Yellow Gun"



Nunca me canso de ouvir este hino indie por excelência!

segunda-feira, março 24, 2008

Newsletter Capitão Edu #81

Aquisições

CD

Nada Surf – “Lucky” (2008)
Oferta na compra de bilhete para o concerto realizado em Vigo no passado dia 15/02 , o qual tive o prazer de assistir.
Quanto ao disco, não é o melhor da sua carreira mas também não mancha o currículo.

Johnny Cash – “American III: Solitary Man” (2000)

Aproveitando para comprar uns cds originais a “nice price”, este terceiro volume das “American Recordings” é quanto a mim o melhor da série.

7”
Matt & Kim – “Yea Yeah” (2008)
Um dos temas que mais se destacou das compilações virtuais do Mouco agora em vinil. Quem nunca viu o video trate de o fazer com urgência.

Little Ones – “Ordinary Song x2” (2008)
Enquanto não editam o aguardado álbum de estreia, cá vai mais um rebuçado para aguçar o apetite.

Someone Still Loves You Boris Yeltsin – “Not Worth Fighting” (2007)
Vinil verde com cupão para download.

Vampire Weekend – “Mansard Roof” (2007)
Ainda consegui deitar a mão a um exemplar antes que atingam preços proibitivos no ebay.

Raveonettes – “I Want The Candy” (2008)
Single em potência retirado do último registo “Lust Lust Lust”.

House Of Love – “Destroy The Heart” (1988)
Pérola encontrada no ebay.

Envelopes – “Party” (2008)
Retirado do novo “Here Comes The Wind” em destaque nas audições.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Envelopes – “Here Comes The Wind” (2008)
A estreia com “Demon” em 2006, revelava uma banda com pernas para andar, contudo este novo disco perde fulgor ao piscar o olho a alguma retro-electrónica. Bem melhores quando enveredam por terrenos indie-power-pop.

Young Galaxy – “Young Galaxy” (2007)
Formação canadiana do catálogo da respeitável Arts & Crafts, cuja sonoridade vária entre o dream-pop dos Stars e o space-rock dos Spiritualized com os Yo la Tengo a servir de ponte.


Lightspeed Champion – “Falling Off The Lavender Bridge” (2008) Com a extinção dos Test Icicles, o seu guitarrista virou-se para terrenos mais introspectivos com resultados algo irregulares.
O moço até é competente mas não é caso para tanto alarído por parte da crítica musical especializada.

Tall Firs – “Tall Firs” (2007)
Disco de estreia na Ecstatic Peace de Thurston Moore. Deambulam entre o slowcore dos Bedhead e Galaxie 500 e os dedilhados da juventude sónica. Em breve novo registo.

Adorable – “Footnotes” (2008)
“Best of” de uma das minhas bandas shoegaze favoritas. Para recordar.

Tapes N’ Tapes – “Walk It Off” (2008)
A tarefa de editar um novo disco após o sucesso de “The Loon” revelava-se complicada, todavia a banda conseguiu safar-se bem dessa empreitada.
Não sendo tão imediato quanto o seu antecessor, após umas quantas audições atentas, as canções vão desabrochando aos poucos. Peca pela produção “live”.

Stephen Malkmus & The Jicks – “Real Emotional Trash” (2008)
O quarto disco do ex-vocalista dos Pavement é um objecto que oscila entre o indie-rock esgroviado já habitual no cancioneiro de Malkmus e apontamentos próximos do progressivo via Zappa. Felizmente ainda não aprendeu a solar em condições, caso contrário a coisa soaria muita má.

These New Puritans – “Best Pyramid” (2008)
Fusão pós-punk com batidas “grime”. As canções até são “catchy” mas cansa-me os ouvidos com facilidade.

Duke Spirit – Neptune (2008)
Se o anterior “Cuts Across The Land” foi uma agradável surpresa, este novo registo não lhe fica atrás um milimetro. Mais um para a lista dos melhores deste ano.

Blood On The Wall – Liferz (2008)
Ao terceiro álbum este ruidoso trio perde-se entre riffs demasiado próximos de uma arena, isto apesar de continuarem a mergulhar no indie rock dos Pixies, Sonic Youth, Sebadoh. Por vezes sai bem outras anda próximo dos Kiss ou Sex Pistols.

Someone Still Loves You Boris Yeltsin – Pershing (2008)
O novo registo desta formação americana com um dos melhores nomes da praça continua no bom caminho através da sua linha indie-college-rock, próximo dos Nada Surf, Shins, Death Cab For Cutie entre outros.

Breeders – Mountain Battles (2008)
Por mais que eu adore a Kim Deal não posso deixar de afirmar que esta musa do universo indie esgotou as suas ideias, pois este novo registo revela uma banda a recriar o glorioso passado sem grande sucesso, mesmo com a ajuda do mestre Albini.

Concertos
(Ver agenda na barra lateral deste blog)

sexta-feira, março 14, 2008

Ilustração #7 - Jay Ryan (honorário)




Antes de criar a secção de ilustração, já havia destacado o trabalho de Jay Ryan, provavelmente o meu preferido da actualidade, dada qualidade do seu trabalho mas também as bandas para as quais forneceu os seus préstimos.
Esta semana recebi um livro dedicado ao seu trabalho e é do melhor que há. Até incluí um prefácio do Steve Albini. A investigar com urgência (novamente).
Já agora acresento o facto dele ser o baixista dos Dianogah que tardam em lançar um novo disco.

segunda-feira, março 10, 2008

Ilustração #6 - Marco Almera




Marco Almera Já anda nestas lídes desde ínicios da década de 80 acompanhando a vaga surf/skate/punk do Sul da Califórnia. O seu trabalho é reconhecido mundialmente.

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Video Mouco #24 - "Stereolab - French Disko"



Ontem os Raveonettes protagonizaram um belo concerto onde nem sequer faltou esta versão. Sweet!!!

segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Video Mouco #23 - Raveonettes - "Attack Of The Ghost Riders"



Vou só a Braga ver estes e já volto. Era porreiro se tocassem esta!

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Video Mouco #22 - Nada Surf - "Popular"



Vou só a Vigo e já volto. Esta é obrigatória!

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

Newsletter Capitão Edu #80

Aquisições
CD
A Minor Forest – “Flemish Altruism”
Estes já eram, mas deixaram para a posteridade mais compilações (como é o caso deste registo) do que álbuns. Algures entre os Slint, June Of 44 e Shellac.

Booker T & The M.G.’s – “Green Onions”
Eu avisei na anterior newsletter que ando numa de curtir soul, e este famoso registo instrumental devia pagar imposto de “groove”.

J Mascis – “Live At CBGB’S”
Estava a um preço bem acessivel e sendo assim aproveitei para completar a colecção com este concerto acústico do “Dinosaur Man”.

The Smiths – “Meat Is Murder”
The Smiths – “The Smiths”
O mesmo se passou com estes dois influentes registos. Canções intemporais.

Euro Boys – “Jet Age”
Curiosa fusão instrumental de Lalo Shifrin, John Barry, Dick Dale, Burt Bacharah e muita pinta à mistura deste colectivo norueguês.

The Fall – “Hex Enduction Hour”
Mais um registo essencial de uma banda fundamental na história da música popular. Inclui temas como “The Classical” que os Pavement utilizaram num ep e o sugestivo “Who Makes The Nazis?”

7”
Frightened Rabbit – “It’s Christmas So We’ll Stop”

O single pode ser da época natalicia mas é um belo tema.

British Sea Power – “Waving Flags”(x2)
Primeiro single a ser extraido do novo registo. Os lados B não são para ser levados a sério.

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

Cat Power – “Jukebox” (2008)
Novo disco de versões desta feita com um som mais próximo do anterior “The Greatest”. Safa-se mas não me entusiasma por aí além.

Magnetic Fields – “Distortion” (2008)
Os famosos autores de “69 Love Songs” atacam desta feita com uma sonoridade lo-fi. Nunca tive pachorra.

Takka Takka – “We Feel Safer At Night” (2007)
Companheiros de digressão dos Clap Your Hands e dos Architecture In Helsinki, os Takka Takka editaram um disco simpático contudo demasiado convencional dada a vertente mais clássica na composição aproximada a Bob Dylan e Lou Reed.

Sambassadeur – “Migration” (2007)
Segundo registo de originais desta formação sueca que tão boas indicações prestou com o homónimo disco de estreia.
Indie easy pop com muita sensualidade à mistura.

Headlights – “Some Racing, Some Stopping” (2008)
Confesso que adorei o “Kill Them With Kindness” a estreia desta banda americana em 2006. Não imaginava que este novo disco o fosse suplantar. Nunca o rótulo dream pop fez tanto sentido. Um dos melhores do ano garantidamente.

British Sea Power – “Do You Like Rock Music?” (2008)
Ao terceiro disco os BSP resolveram sair do nicho de banda de culto e alcançar outras paragens. Aparentemente estão a ser bem sucedidos dado terem entrado para o top ten britânico.
O que é notório neste disco é uma vontade de mudar um pouco a sua sonoridade (cada vez mais épica) onde não faltam piscadelas de olho ao shoegaze. Resumindo, o disco é bom mas o salto na carruagem Arcade Fire é bem evidente.

Bauhaus – “Go Away White” (2008)
Quem é que deixou estes tipos voltar a entrar juntos num estúdio? Muito Bowie e pouca uva...

Honeydrips – “Here Comes The Future” (2007)
Colectivo sueco que encaixaria na editora Labrador na perfeição dado seu cocktail twee-jangle-easy-electro-pop.

Vampire Weekend – “Vampire Weekend” (2007/08)
A sensação do momento assente numa excitante fusão de indie pop com elementos étnicos. Extremamente viciante e desde já um dos melhores do ano.

Monade – “Monstre Cosmic” (2008)
Projecto paralelo de Laettia Sadier dos mui prezados Stereolab.
As diferenças sonoras não são muito acentuadas, notando-se mais a vertente “chanson francaise” e o easy listening. Sempre um prazer de ouvir.

Panther – “14 Kt Gold” (2008)
Este é daqueles que ainda estou a digerir pois não consigo distinguir se me agrada completamente esta fusão algo rock, algo experimental, algo dançante.

Adam Green – “Six And Sevens” (2008)
O Seinfield do indie rock vai já no seu sexto disco e felizmente voltou em forma após o disparatado “Jacket Full Of Danger”. Não atinge a perfeição de “Friends Of Mine” mas demonstra uma maior diversidade de estilos e não força tanto as letras humoristicas.
Um bom regresso!


Concertos
Nada Surf (Sala A, Vigo, 15/02)
Pere Ubu + Mum (Casa da Música, 16/02)
Raveonettes (Theatro Circo, 19/02)
Festival para gente sentada: Nina Nastasia, Terry Lee Hale, Sean Riley & The Slowriders (Cine-Teatro António Lamoso, 22/02)
Festival para gente sentada: Richard Hawley, Joe Henry, Norberto Lobo (Cine-Teatro António Lamoso, 23/02)
Portishead (Coliseu do Porto, 26/03)
Editors (Coliseu do Porto, 03/04)
The Bleeps (Porto, 10/04)
Nick Cave (Coliseu do Porto, 22/04)
Einsturzende Neubauten (Casa da Música, 03/05)
Black Lips (Porto Rio, 21/05)
Animal Collective (Theatro Circo, 28/05)
Feist (Coliseu do Porto, 10/06)

That’s all Folks!

segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Ilustração #5 - Shag



Josh Angle ou se preferirem Shag é um pintor, ilustrador e designer cujo trabalho tem sido elogiado um pouco por todo o mundo onde efectuou exposições bem sucedidas. A maioria das suas pinturas ilustram uma situação na qual não sabemos muito bem qual o contexto mas que possuem muita pinta.
It's Martini time!

sábado, fevereiro 02, 2008

Carnaval 2008



Carnaval Alternativo

04/02/2008

Dj Edu (Mouco)
Dj Puto

Altar Café Concerto

Rua de Cedofeita 516

Porto

segunda-feira, janeiro 28, 2008

Classic Album Covers Of The 60s

Mais uma bela aquisição!
Partindo do kitsch, passando pelo jazz (muita Blue Note),mergulhando fortemente no psicadelismo e finalizando a era com uma maior diversidade de estilos, são mais de 200 capas apresentadas em dimensões aproximadas de um LP.

domingo, janeiro 20, 2008

Ilustração # 4 - Tom Deja




Tom Deja é um dos mais conceituados ilustradores da actualidade.
Através da Bossman Graphics este talentoso artista tem elaborado excelentes obras de design, logos, ilustração e claro está, os inevitáveis posters.

segunda-feira, janeiro 07, 2008

Newsletter Capitão Edu #79

A última newsletter publicada data de 7 de Outubro e desde então a coisa tem sido complicada ora por falta de tempo ou por pura inércia, contudo a descoberta de novas bandas multiplicou-se através de algum tempo investido no Myspace.
Como a lista dos melhores do ano já foi publicada, aproveito a ocasião para por a escrita em dia em relação ao que se foi adquirindo e ouvindo.

Aquisições

CD
R.E.M. – “And I Feel Fine (Best of IRS Years 1982-1987)”
Provavelmente um dos discos que eu mais ouvi este ano.
Sem dúvida o melhor periodo desta banda.

Lobster – “Sexually Transmitted Electricity”
Norberto Lobo – “Mudar De Bina”
Como já é habitual a Bor Land vai oferecendo uns promos e a malta agradece. Os Lobster partiram a loiça toda com o seu math-noise-rock e o Norberto amaciou os nossos ouvidos com a sua mestria na guitarra.

Yo La Tengo – “Sugarcube” (cd’s)
Lemonheads – “The Outdoor Type” (cd’s)
Investida nos usados resultou em dois belos cd singles, formato que raramente compro actualmente.

Velvet Underground – “Velvet Underground 1969”
Não é o melhor da sua curta carreira mas não deixa de conter grandes canções.

V/A – “This Is Soul”
Reedição desta fantástica compilação capaz que por o mais sisudo a bater o pé.
Aproveito a deixa para informar a malta que tenho andado a descobrir grandes malhas nesta área. Desde que soe bem estou-me a borrifar para o estilo.

Yo La Tengo – “Prisioners Of Love (3-CD)”
Já não tinha esperanças em conseguir este best of na sua edição tripla limitada, mas qual milagre de Natal eis que finalmente ele surge novamente e desta feita não escapou.

Meanwhile, Back In Communist Russia – “My Elixir, My Poison”
De quando em vez consigo deitar a luva a um cd a preço da uva mijona como é o caso deste registo post-rock ambiental.

7”
Les Savy Fav – “What Would Wolves Do?” (2x Vinil Verde)
The Little Ones – “Lovers Who Uncover” (3 versões)
The Changes – “When I Wake” (Vinil Translucido)
Super Furry Animals – “Show Your Hand” (Picture Disc)
Super Furry Animals – “Run Away” (Picture Disc)
Liars – “House Clouds” (Vinil Amarelo)
Asobi Seksu – “Stay Awake” (Duplo. Comprado directamente aquando do concerto na CDM)
Frightened Rabbit – “Be Less Rude” (Ainda um segredo do “undergound”)
Sean Riley & The Slowriders– “Moving On” (Vinil Branco e Numerado)
Boggs – “The Ark” (Uma Pechincha)
Loosers / Postcard Situations – (Split)
Electrelane – “In Berlin” (Mais um como despedida das meninas)

Audições
Criticas o mais sucinto possível para não desistirem de ler até ao fim!

So Many Dynamos – “Flashlights” (2006)
Embora sejam óbvias as influências dos Les Savy Fav e Dismemberment Plan, esta banda vale bem a pena ser investigada.

Coffinshakers – “Coffinshakers” (2007)
Formação sueca já com alguns registos em carteira. Imaginem o Johnny Cash como líder de uma banda psychobilly ideal para noites de Halloween.

Irene – “Long Gone Since Last Summer” (2007)
Mais twee-pop da Labrador. Vocalista com pinta de crooner. Os Acid House Kings continuam a ser os melhores no género.

Kinski – “Down Below It’s Chaos” (2007)
Após a desilusão com o anterior “Alpine Static”, este novo registo recupera algum do fulgor apresentado no estonteante “Airs Above Your Station”. Para quem não os conhece, os Kinski praticam um space rock com contornos sónicos e umas pitadas stoner.

Warlocks – “Heavy Deavy Skull Lover” (2007)
Filhos bastardos dos Brian Jonestown Massacre, o novo registo dos Warlocks é um retorno à sonoridade space-drone-rock algo estafada, o que é de lamentar tendo em conta o estupendo “Surgery” editado em 2006.

Raveonettes – “Lust Lust Lust” (2007)
De volta à sonoridade “Psychocandy” do primeiro disco, o duo dinamarquês parece algo perdido, não conseguindo desta feita reinventar-se. Alguns bons temas mas não é suficiente para criar um bom disco.

Chrome Hoof – “Pre-Emptive False Rapture” (2007)
Imaginem a vocalista dos Spektrum a liderar os Mr.Bungle numa vertente disco/metal e estarão próximos do universo bizarro desta comandita britânica.

V/A – “Dig For Fire (Pixies Tribute)” (2007)
Salvo rarissimos casos, os discos de tributo acabam por falhar redondamente na sua intenção, neste caso salva-se metade, e como estamos a falar de Pixies, a percentagem até que não está má.

Sons and Daughters – “This Gift” (2008)
A editar brevemente, o terceiro registo destes escoceses que proporcionaram um belo concerto recentemente no Porto, está mais virado para o Rock & Roll com resultados algo desiquilibrados. “Gilt Complex” o cartão de visita foi um dos singles de 2007.


Los Campesinos – “Hold On Now, Youngster” (2008)
O Ep “Sticking Fingers Into Sockets” deu a conhecer ao mundo esta formação galesa. Em Fevereiro será editado o álbum de estreia que confirma as suspeitas que eles são uma banda a ter em atenção este ano. Power pop do bom embora espera-se algo ainda melhor.

Concertos
Como podem constatar o meu ano de eventos ao vivo foi deveras reduzido. Espero que este ano a coisa corra melhor.

12Twelve (Casa da Música, 06/01)
Who Made Who (Casa da Música, 03/02)
Fujiya & Miyagi (Casa da Música, 07/04)
Psychic Ills + Tropa Macaca (Passos Manuel 26/09)
Vague Angels + Nueva Vulcano (Mercedes, Porto, 01/10)
Sea & Cake (Mercedes, Porto, 29/10)
Norberto Lobo + Lobster (Passos Manuel 03/11 )
Interpol + Blonde Redhead (Coliseu dos Recreios, 07/11)
Asobi Seksu (CDM, 01/12)
Tunng + Sons & Daughters (Sa da Bandeira 15/12)

Leitura
Como havia afirmado anteriormente neste espaço, derivado do facto de ter mandado a Tv Cabo às urtigas tenho vindo a retomar com maior insistência o meu gosto pela leitura (que não revistas e jornais). Aqui fica uma lista dos últimos livros que folheei com prazer:

Kurt Vonnegut Jr. – “Pequeno Almoço De Campeões”
Franz Kafka – “A Metamorfose”
Patrick Suskind – “A Pomba”
Charles Bukowski – “Mulheres”
Jack Kerouac – “Pela Estrada Fora”

Singles 2007
Alguns bons temas foram editados no ano que se findou mas nenhum foi tão viciante quanto este: Modest Mouse – “Dashboard”

Votos de um 2008 cheio de boa música!!!